São João do Porto

Fogo de artificio
Imagem:  Município do PortoCC BY-NC-SA - Alguns Direitos Reservados

​A Festa de São João do Porto é já um dos marcos incontornáveis da vida da cidade e que conta com a visita de um número cada vez maior de turistas e visitantes, para participar nas iniciativas que vão decorrendo um pouco por todo o lado. Durante todo o mês de junho o Porto apresenta um programa variado para festejar o São João, com o ponto alto na Noite de São João, de 23 para 24 de junho, e a cidade veste-se a rigor, enchendo as ruas de cores e aromas e espalhando alegria e boa disposição.

O Roteiro do Sagrado e do Profano ilustra a tradição, contando a história desta grande festa e o Programa de São João, cuidadosamente preparado e renovado a cada ano, não esquece nenhuma das atividades que fazem do mês de junho uma ocasião tão especial.

Consulte aqui o roteiro:

Nas Igrejas e Capelas é possível, particularmente nesta altura, visitar os altares em honra do Santo, desfrutando das expressões artísticas de conceituados mestres nacionais e internacionais.

Nas ruas, as cascatas, únicas em Portugal, chamam a atenção de quem passa para uma tradição que representa, em miniatura, lugares da cidade e costumes de outros tempos, com casas, caminhos traçados de areia e musgo, figuras de barro pintadas de cores vivas que representam as pessoas no seu quotidiano, laborando nas suas profissões, muitas delas já desaparecidas, e animais que nos dias de hoje já não se vêm nas cidades, sendo a mais famosa de todas a cascata das Fontaínhas.

No programa de festas há sempre tempo para a competição, presente na já tradicional regata de barcos rabelos, que percorre uma extensão de 1,5 km, desde a Foz do Douro até à Ponte Luís I, na Ribeira, na corrida de São João, nos concursos de cascatas, nos concursos de montras, no concurso de rusgas e no de quadras populares alusivas ao São João.

A noite de 23 de junho é a noite mais alegre do ano, em que multidões vêm para a rua festejar o santo que favorece os amores. Na Baixa, apregoa-se nas ruas a venda dos tradicionais manjericos, cravos, erva-cidreira, ”alho-porro” e dos modernos martelinhos (*), que servem para bater amigavelmente na cabeça de quem passa e que contagiam, desde o início do dia, quem está na cidade, anunciando a diversão mais tardia. As fogueiras de São João são ateadas nas ruas, por grupos de moradores e amigos que, saltando por cima delas, demonstram a sua coragem. À meia-noite do dia 23 de Junho há fogo-de-artifício, ou fogo de São João, lançado a partir do rio. As margens do Douro enchem de milhares de pessoas para assistir ao maior espetáculo do ano, pleno de luz, cor e emoção. Os tradicionais balões de São João, feitos em papel e em cores variadas são cuidadosamente lançados em direção ao céu, proporcionando um espetáculo ímpar de centenas de pontos de luz.

Na noite da Festa ou no dia de São João come-se caldo verde com broa, carneiro, anho ou sardinha assada, salada de pimentos e, para sobremesa, leite-creme ou bolo de São João, devidamente acompanhado do delicioso Vinho do Porto.

A noite de São João termina na Foz do Douro, com o povo a rumar em direção ao mar até ao nascer do dia.

Data publicação 08-09-2013
Tradições Tradições
Recriar tradições, usos e costumes, recuperando práticas de vivências ancestrais é uma característica do portuense. As festas, a gastronomia e o vinho...
Rede de Capitais de Grandes Vinhedos: Um mundo de excelência! Rede de Capitais de Grandes Vinhedos: Um mundo de excelência!
​A Rede de Capitais de Grandes Vinhedos – Great Wine Capitals é formada por 9 cidades reconhecidas internacionalmente pelas suas regiões vinícolas:A...
Gastronomia Gastronomia
​A gastronomia do Porto é um espelho da sua riqueza cultural. São várias as histórias associadas, várias as lendas contadas de geração em geração e qu...
Cidade do Porto Cidade do Porto
​O Porto é um dos destinos turísticos mais antigos da Europa e a riqueza do seu património artístico, o Vinho do Porto, os vastos espaços dedicados ao...
A Arte Nova A Arte Nova
​Não teve muita expressão em Portugal. Artistas e arquitetos nacionais deste período não se envolveram exclusivamente neste movimento, o que se assist...
Os Espanhóis Os Espanhóis
​OrigensSegundo declara Plínio no séc. I D.C., a zona litoral situada a Norte do Rio Douro era o território de um grupo de "povos" generic...
Os Italianos Os Italianos
​O Espetáculo e a ArteO facto de ter sido no Porto que pela primeira vez se cantou ópera em Portugal, deve ter determinado a razão pela qual muitos ...
Geografia e localização Geografia e localização
O PortoA cidade do Porto, com uma área de 45 km2, e uma população de cerca de 240 mil residentes, é a segunda maior cidade do país, conhecida como a...
Os Caminhos Os Caminhos
As peregrinações ao túmulo do Apóstolo Santiago fazem-se por uma vasta rede de estradas e itinerários que se desenham e se consolidam por quase toda a...
Caminho Português por Braga Caminho Português por Braga
​255 kmFoi um dos itinerários mais utilizados por peregrinos em território português. O seu trajeto fazia-se pela antiga Via (romana) XVI que ligava...
Peregrino Peregrino
O bordão, o bornal e o chapéuSer peregrino é um estatuto que se aplica ao que vay peregrinar, o que anda fora da sua pátria (1), ou mais precisament...