Alojamento

Alojamento
Imagem:  Pousada da JuventudeCC BY-NC-SA - Alguns Direitos Reservados

​A escolha do alojamento para residência temporária no Porto, nomeadamente em períodos inferiores a um ano, está condicionada à avaliação de múltiplos fatores relacionados com cada pessoa e cada caso. Desde logo:

  • o período de permanência previsto;
  • o número de pessoas a alojar;
  • a localização pretendida;
  • as condições mínimas exigidas relativamente à habitação, fatores estes influenciam no preço do alojamento, e que pode ser, por si, também determinante para a seleção.

Como qualquer núcleo urbano, na cidade do Porto é atribuído um valor distinto no alojamento, conforme a área de localização. Alugar um apartamento localizado no centro da cidade ou em zonas como a Boavista, as Antas e a Foz é, de uma forma geral, mais dispendioso do que na periferia da cidade, havendo pontos específicos mais caros e outros mais baratos, dentro e fora destas áreas.

No entanto, a título indicativo, podemos apontar os seguintes valores médios para aluguer de quartos e de apartamentos:

  • Quarto Individual - 200,00-250,00€
  • Quarto Duplo - 175,00-200,00€/pessoa
  • Apartamento T1 - 500,00€/mês

É possível tomar conhecimento sobre imóveis disponíveis para alugar através da habitual publicitação nas janelas ou fachada do próprio imóvel, nos jornais diários da cidade, através de pesquisa na internet ou nas agências imobiliárias, devidamente licenciadas para o exercício da atividade de mediação imobiliária. Este licenciamento pode ser confirmado no site do Instituto da Construção e do Imobiliário, I.P. (InCI, I.P.) – entidade reguladora do setor da construção e do imobiliário.

O regime jurídico de arrendamento urbano é regulado pela Lei nº 6/2006, de 27/2, revista pela Lei nº 31/2012, de 14/8.

O contrato de arrendamento urbano para habitação não tem um prazo mínimo, sendo que, se as partes não estipularem prazo, os contratos se consideram celebrados pelo prazo certo de 2 anos, podendo o arrendamento ter duração indeterminada a partir da primeira renovação. O prazo deve constar de cláusula inserida no contrato.

O CNAI – Centro Nacional de Apoio ao Imigrante disponibiliza um Gabinete de Apoio à Habitação (GAH) dedicado a apoiar imigrantes através do fornecimento de informações sobre a compra e venda de habitação, arrendamento e propriedade horizontal (condomínio).

Mais informações em:

  • Linha SOS Imigrante
    Tel. 808 257 257 (válido em todo o território nacional - Portugal)
    Tel. +351 218 106 191 (da rede móvel e do estrangeiro)
    Seg-sab – 08:30-20:30 

Consulte os recursos já selecionados neste Portal de Turismo em:

Data publicação 20-05-2013